1/2
  • Por Roque Tomazeli*

Turismo rural ganha estímulo do governo federal

O Ministério do Turismo (MTur) e a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD) firmaram na terça-feira, 26, em Brasília, um acordo de cooperação técnica para estimular o turismo rural e impulsionar ganhos econômicos do segmento.

Crédito foto: Roque Tomazeli I RG

Localidades como a Linha Tapera podem ganhar com iniciativa voltada para o turismo rural

A parceria envolve o apoio do MTur à oferta de hospedagem em

propriedades do ramo e a criação de roteiros gastronômicos, além de capacitação voltada a extensionistas rurais.

As iniciativas incluem acordos com a Associação Brasileira de Supermercados, para a disponibilidade de produtos da agricultura familiar em gôndolas específicas, e com o Ministério do Meio Ambiente, a fim de promover o desenvolvimento rural sustentável com a inclusão produtiva de comunidades tradicionais.

As novidades serão acrescentadas ao Plano Safra Plurianual 2017/2020, lançado no ano passado pelo governo federal. O documento prevê um total de R$ 31 bilhões em crédito ao setor por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com juros de 4,6%.

POTENCIAL

A parceria MTur/SEAD procura dinamizar a associação entre turismo e natureza no País, que ganha uma crescente importância. Conforme o Estudo de Demanda Turística Internacional de 2017, ‘natureza, ecoturismo e aventura’ é a segunda motivação dos estrangeiros que visitam o Brasil a lazer, atrás apenas do turismo de sol e praia.

A agricultura familiar reúne aproximadamente 40 milhões de produtores no País, que representam 84% dos estabelecimentos rurais e são responsáveis por 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros.

O Brasil é o 8º maior produtor do mundo no cultivo de alimentos oriundos da agricultura familiar.

*Com Agência de Notícia do Turismo

#TurismoRural #LinhaTapera #RepórterGramadoRecessoParlamentardeVerão