1/2
  • Por Roque Tomazeli

Conselho da Saúde quer parte da taxa de turismo no São Miguel

Em reunião com vereadores, no início desta semana, o presidente do Conselho Municipal da Saúde (CMS), médico Cesar Maciel, reivindicou para o Hospital São Miguel parte da taxa de turismo cobrada da rede hoteleira de Gramado.

Crédito foto: Divulgação | CM

César Maciel sai em defesa do São Miguel e procura vereadores

Para o presidente do CMS, é muito importante para o crescimento e desenvolvimento do turismo o pleno funcionamento da área da Saúde na cidade. Por isso, ele quer que o Legislativo dialogue com o Executivo sobre a pretensão.

“O hospital atende diariamente turistas de todos os cantos do País e do mundo que procuram os seus serviços. Nesse sentido, entendemos que parte da taxa coletada pelos estabelecimentos de hospedagem poderia ser destinada à entidade de saúde”, justificou Maciel.

TAXA DE TURISMO

A Taxa de Turismo Sustentável foi criada pela Prefeitura e começou a vigorar em abril de 2016. O valor cobrado é de R$ 2 por diária de unidade alugada e os recursos são geridos pela Gramadotur.

Segundo projeção da Secretaria da Fazenda, na época, a arrecadação poderia chegar a R$ 3 milhões por ano.

A Taxa de Turismo Sustentável foi pensada originalmente como meio de arrecadação para investir em melhorias de espaços públicos e promoções turísticas.

#HospitalSãoMiguel #RepórterGramado