1/2
  • Por Roque Tomazeli

Segurança armada em tempo integral nos bancos de Gramado

Um projeto de lei de autoria do vereador Everton Michaelsen (PMDB), tornando obrigatória a oferta de serviço de vigilância armada nas salas de autoatendimento nas agências bancárias públicas e privadas e nas cooperativas de crédito, instaladas em Gramado, foi aprovado na sessão da Câmara Municipal segunda-feira, dia 10.

Crédito foto: Divulgação I CM

Vereador Everton Michaelsen (PMDB)

Para exercer a função, segundo o disposto no projeto, o vigilante contratado deve ter habilitação legal para o ofício, nos termos da legislação pertinente.

Na fase de discussão do projeto, o vereador Michaelsen lembrou que o secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, defende maior participação dos bancos na proteção aos clientes e ao próprio patrimônio, frequentemente destruídos em assaltos a caixas eletrônicos.

O projeto segue para sanção do prefeito Fedoca Bertolucci (PDT) e os estabelecimentos bancários e as cooperativas terão 180 dias para se adequarem à lei.

No caso de descumprimento, há previsão de multa e até de interdição do estabelecimento infrator.

#Segurança24nosbancosdeGramado #RepórterGramado