1/2
  • Por Roque Tomazeli

Câmara Municipal homenageia os 500 anos da Reforma Luterana

Os 500 anos da Reforma Protestante, conduzida pelo monge alemão Martinho Lutero (1483 – 1546), e os mais de 100 anos de atuação da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) em Gramado foram homenageados em ato solene na Câmara Municipal terça-feira, 31.

Crédito foto: Divulgação | CM

Reforma Protestante, IECLB e IELB foram homenageados com Troféu Cidade Jardim das Hortênsias

Os pastores Décio Oscar Saft, Rosane Zirbes, Eduardo Stauber, Jairo Claro Longe, Marcelo Fiedler e o ministro Maurício Ronan Nagel, bem como os presidentes Gilberto Schildt e Eduardo Kny, representaram suas comunidades.

“Foi uma noite especial em que pudemos homenagear essa comunidade que tanto fez e faz por Gramado não só na área religiosa, mas em diversos segmentos”, destacou o vereador Everton Michaelsen (PMDB), autor da proposição.

A REFORMA PROTESTANTE

No dia 31 de outubro de 1517, o monge Martinho Lutero pregou na porta da igreja do castelo de Wittenberg (Alemanha) um manifesto com 95 teses questionando a prática religiosa da Igreja Católica Romana, especialmente a venda de indulgência, que eram cartas que concediam perdão para os pecados.

Crédito imagem: Wikmedia Commons Imagens

Martinho Lutero morreu de derrame cerebral aos 63 anos de idade

Os questionamentos e as proposta de Lutero tinham como fundamento a interpretação da Bíblia. No entanto, os esforços para chamar a atenção sobre os desvios e abusos de autoridade não obtiveram receptividade entre as principais lideranças eclesiásticas, e Lutero foi excomungado.

A Reforma Protestante dividiu a Igreja Católica e deu origem a Igreja Evangélica Luterana e outras igrejas protestantes. Em Gramado, a presença Luterana é registrada desde 1902, quando foram celebrados os primeiros batismos na Serra Grande. Hoje, são 12 comunidades evangélicas luteranas no Município, filiadas à IECLB ou IELB, congregando cerca de 4 mil pessoas.

No Brasil, os luteranos chegam perto de 1 milhão de pessoas e no mundo somam 70 milhões de fiéis.

#ReformaProtestanteIECLBIELB #RepórterGramado