1/2
  • Por Roque Tomazeli

Pinhão na RS: presidente da associação dos extrativistas na Câmara

A presidente da Associação dos Extrativistas e Comerciantes de Pinhão de Gramado e Canela (Assecopi), Rosângela Bernardo da Silva, a Rosi, usou a Tribuna do Povo da Câmara Municipal ontem, 19, para contestar posições contrárias às tendas improvidas para venda mel e pinhão na RS 115 e RS 235.

Crédito foto: Roque Tomazeli I RG

Tradicional venda de pinhão à beira da estrada contraria legislações

Rosi disse que a Assecopi reúne 34 famílias que dependem dessa atividade para tirar o sustento de modo honesto e que elas trabalham conforme as condições possíveis.

– O PT nos ajudou a criar a associação. O secretário de Obras, Flávio Souza (PMDB), ajudou com as máquinas para nivelar os estacionamentos. Trabalhamos no frio, no sol e na chuva. Queremos padronizar as casinhas. É uma luta de anos. O pinhão deve ser visto também como uma tradição – declarou Rosi.

CONTRAPONTO

O vereador Rafael Ronsoni (PP) explicou que a cobrança é no sentido de regulamentar o comércio, oferecer segurança aos motoristas e aos comerciantes à beira da estrada.

A vereadora Manu Caliari (PRB) demonstrou simpatia pelo empreendedorismo dos pinhãozeiros, mas advertiu que existem normas gerais que devem ser observadas, como as impostas pela Vigilância Sanitária.

#pinhãonaRS115e235 #RepórterGramado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS