1/2
  • Milena Dalacorte*

PARCERIA QUE DÁ CERTO

Que o setor público não resolve todos os problemas da sociedade, estamos cansados de saber. Às vezes, por escassez de recursos, outras, por incapacidade. Independentemente da justificativa, a verdade é que não se pode mais deixar tantos problemas sem solução. Se o governo não pode resolver, então deve buscar quem consegue.

Crédito foto: Divulgação

Nesse contexto, parcerias sadias entre governos e empresas podem ser o caminho para resolver grandes desafios de cidades, por meio da inovação. Se de um lado o sonho do empreendedor é ver seu negócio impactando a vida de muitas pessoas, de outro existe o governo, que precisa atender milhões de indivíduos todos os dias, com diferentes necessidades. Agora, imagine unir o alcance do setor público com a capacidade de resolução de problemas do setor privado, trabalhando juntos em prol de soluções.

O trabalho conjunto entre as duas esferas tem se mostrado, em vários lugares do mundo, extremamente poderoso. Cidades como Barcelona e Filadélfia são referências no assunto, onde o setor público convoca empresas a propor soluções inovadoras para desafios relacionados a áreas como gestão pública, mobilidade e educação. Aqui no Brasil, alguns programas de fomento começam a surgir e ganhar relevância, como é o caso do PitchGov e Brazil Lab, minimizando, inclusive, o receio do empreendedor de fazer negócios com o governo, dada a burocracia que costuma envolver as relações público-privadas.

Já é possível observar casos concretos do impacto dessa parceria. A Geekie, scale-up que oferece uma solução de ensino adaptativo, é um exemplo de como endereçar um dos maiores problemas do Brasil: a educação. Ela e o Ministério da Educação firmaram uma parceria para preparação ao Enem. Os alunos que utilizam o plano de estudos aumentam a nota, em média, cinco vezes mais do que os que não usam. Já o Colab é um aplicativo que permite que pessoas apontem problemas da cidade, proponham novos projetos e avaliem serviços públicos. Usada por mais de 130 prefeituras, a solução cria um canal de comunicação entre os cidadãos e os gestores públicos, tornando-a mais fluida e eficaz.

Fomentar a inovação aberta foi um dos pleitos da campanha +Empreendedores +Empregos, uma iniciativa da Endeavor e outras 60 organizações do ecossistema empreendedor, realizada nas eleições de 2016. Mais de 40 candidatos assumiram o compromisso, incluindo o prefeito de Porto Alegre. Passada a eleição, é hora de fazer acontecer. O que não faltam são problemas na nossa cidade clamando por solução.

*Milena Dalacorte é Gerente Regional da Endeavor Brasil.

Artigo publicado em ZH de 24 de julho e autorizado pela autora a ser reproduzido no Repórter Gramado.

#MilenaDalacorteEndeavor #RepórterGramado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS