1/2
  • Por Roque Tomazeli

Luia Barbacovi anuncia primeiras metas e diz que vereador deve ser propositivo

Aumentar a participação popular e política nos atos do Legislativo, revisar a Lei Orgânica e reformar o Regimento Interno são algumas das metas do presidente da Câmara Municipal, o vereador Luia Barbacovi (PP). Político de jeito conciliador, ele diz que mantém a conduta, mesmo na oposição.


Luia Barbacovi - Foto: Roque Tomazeli

Contando com uma estrutura física que dispõem de plenário, teatro e salas de apoio, o presidente do Legislativo pretende oferecer esses espaços da Câmara Municipal para eventos culturais e uso dos partidos políticos. “Vamos fazer uma campanha de mídia, mostrando que a Casa é do povo”, explica.

O processo de revisão da Lei Orgânica Municipal (segue os princípios constitucionais) e da reforma do Regimento Interno da Câmara Municipal (disciplina os atos do Legislativo) começou em janeiro, com a formação de comissões especiais.

No entanto, para cumprir tais metas, restam 10 meses de mandato. “Tenho um acordo com os partidos de ficar um ano (na presidência, onde o mandato é de dois anos). É o que pretendo. Acho mais democrático dar oportunidade para outros vereadores assumirem”, justifica o presidente.

Dono de uma imagem pública de político conciliador, e agora vereador de oposição, o presidente da Câmara Municipal afirma que vai manter a conduta.

– Não acredito em político que critica por criticar ou elogia por elogiar. Simplesmente por ser situação ou oposição. Acredito que o vereador deve ser propositivo. É assim que vou agir – diz o presidente da Câmara Municipal.

Para “ajudar na organização da estruturação da Câmara Municipal”, o presidente solicitou ao Executivo a cedência da ex-secretária da Fazenda, Sônia Molon. “Tenho confiança nela e acredito na sua experiência de trabalhar em equipe (é a chefe de gabinete). Também é formada em Direito, e isso é importante para o Legislativo”, conclui Luia Barbacovi.

Crédito foto: ROQUE TOMAZELI

#vereadorLuiaBarbacovi