1/2
  • Por Roque Tomazeli

Seleção de famílias para lotes no Carazal no primeiro semestre de 2018

O destino dos 153 terrenos do Loteamento Popular do Carazal pode ser definido no primeiro semestre de 2018, segundo projeção do coordenador administrativo da Habitação da Secretaria da Cidadania e Assistência Social, Elias Vargas.

Crédito foto: Roque Tomazeli | RG

Secretaria da Cidadania e Assistência Social responde pela habitação popular em Gramado

A seleção das famílias interessadas nos lotes obedecerá a critérios de anterioridade (cadastrados desde 2006), contemplando também novas inscrições e moradias funcionais para servidores das forças de segurança pública.

O coordenador da Habitação adianta que haverá um chamamento público, informando sobre a data em que as pessoas devem comparecer à Secretaria da Cidadania e Assistência Social, para verificação de cada caso.

“Não queremos decepcionar mais uma vez as famílias, que esperam há anos pelos lotes prometidos. Quando tudo estiver definido, vamos anunciar”, disse.

MORADIA POPULAR

A última grande oferta de lotes (cerca de 240 famílias atendidas) no campo da habitação popular em Gramado foi lançada no final da década de 1990, com o Loteamento Altos da Viação Férrea, na Várzea Grande.

Conforme Elias Vargas, a Prefeitura estuda a criação de outras áreas de interesse social, para construção de novos loteamentos populares.

#HabitaçãoPopularCarazal #RepórterGramado