1/2
  • Por Roque Tomazeli

Famílias deixam área invadida na Várzea Grande

Em cumprimento a uma decisão judicial e após quase um ano de negociações que envolveram a Prefeitura de Gramado e moradores de uma área invadida no Bairro Várzea Grande, denominada popularmente de Loteamento Celita, o local foi praticamente desocupado sábado, 28.

Crédito foto: Carlos Borges | PM

Força-tarefa que atuou na reintegração de posse contou com estrutura operacional da Prefeitura e apoio da Brigada Militar

No total, 35 famílias solicitaram o recebimento de aluguel social pelo período de 120 dias, como parte do cumprimento de um acordo para a desocupação. Destas, 15 já recebem o benefício por terem apresentado os documentos exigidos.

“Atingimos os objetivos previstos de retomada da área sem que ninguém se machucasse e sem precisar de intervenção direta da força policial, respeitando as pessoas que ali estavam. Sabemos o quanto este tipo de ação pode ser rude e conseguimos evitar isso”, disse o secretário adjunto da Secretaria da Cidadania e Assistência Social, Ricardo Cazanova.

Os materiais de construção e os bens móveis foram transportados para os novos endereços dos moradores em caminhões da Prefeitura.

Uma família permaneceu na área invadida e um mandado de reintegração de posse já foi requerido ao Judiciário.

#LoteamentoCelitadesocupado #RepórterGramado