1/2
  • Por Roque Tomazeli

Prefeitura intervém na EMEF Gentil Bonato

A Prefeitura de Gramado divulgou uma nota informando que interveio na Escola Gentil Bonato, no Bairro Prinstrop, a fim de apurar fatos relacionados ao desvio de merenda escolar, que teria ocorrido no ano de 2016.

O caso foi citado (sem a data) pelo vereador Dr. Ubiratã (PP) na sessão da Câmara Municipal de segunda-feira, 18.

Crédito foro: Roque Tomazeli | RG

Prefeitura quer esclarecer fatos que teriam acontecido em 2016

Confira a nota da Prefeitura:

Escola Gentil Bonato contará com comissão de intervenção

A Prefeitura de Gramado, através da Secretaria da Educação, após tomar conhecimento de supostas irregularidades envolvendo merenda escolar na Escola Municipal de Ensino Fundamental Gentil Bonato, conforme denúncias do ano de 2016, imediatamente levou o caso aos órgãos competentes para a devida apuração dos fatos. Além da abertura de sindicância administrativa, o caso está sendo apurado pela polícia civil.

No entanto, a forma com que alguns veículos de comunicação abordaram o fato, bem como o debate gerado em redes sociais, causou descontentamento e desconforto em pais, professores, alunos e funcionários da escola.

Mediante a situação, em 18 de Setembro, através de solicitação da Secretaria da Educação, o prefeito João Alfredo de Castilhos Bertolucci – Fedoca (PDT) decretou intervenção administrativa de 30 dias na Escola Gentil Bonato, podendo ser renovada enquanto perdurarem os motivos que levaram à execução da mesma.

Esta ação não visar alterar o quadro funcional do educandário, ou seja, nenhum servidor será afastado. O objetivo é garantir a segurança, integridade e atendimento das necessidades do corpo docente e discente da escola.

Os membros da comissão serão: Marina Basei (representante do Conselho Municipal de Educação), Felipe Catani (representante da Secretaria da Fazenda), Carine Feier (representante do Controle Interno da Prefeitura de Gramado), Gelson Oliveira (representante da Secretaria Municipal da Educação).

A partir desta quinta-feira, 21 de Setembro, a representante do Conselho Municipal de Educação, Marina Basei encontra-se em turno integral na escola. A conselheira permanecerá diariamente até a realização da próxima eleição de diretores, em novembro deste ano.

Fará parte da intervenção acompanhamento semanal, acompanhada dos profissionais que trabalham na cozinha da escola, uma nutricionista ocupante de cargo efetivo no município.

O processo de intervenção na EMEF Gentil Bonato será supervisionado pela Secretaria da Educação juntamente com o Conselho Municipal de Educação. Superada a situação que originou esta medida, a Comissão Interventora deverá apresentar a respectiva prestação de contas.

#EMEFGentilBonato #RepórterGramado