1/2
  • Roque Tomazeli*

Igrejas dominam quase 20% dos meios de comunicação mais influentes

Dos 50 veículos de comunicação com maior audiência ou capacidade de influenciar o público no País, nove são controladas por lideranças religiosas cristãs, católicas ou evangélicas, revela a pesquisa “Media Ownership Monitor Brasil”, desenvolvida em parceria pelas ONGs Repórteres sem Fronteira e Intervozes.

Crédito foto: Divulgação |RR

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), do bispo Edir Macedo, lidera o controle sobre os veículos de comunicação como a TV Record, RecordNews, Portal R7, Jornal Correio do Povo e a Rede de Rádios Aleluia.

A Igreja Católica tem a Rede Católica de Rádio (RCR) e a Rede Vida TV (esta sob a gestão do Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã – Inbrac).

A Igreja Apostólica Renascer em Cristo, do casal Estevam e Sônia Hernandes, controla a Rede Gospel de TV e a Igreja Adventista do Sétimo Dia a Rede Novo Tempo, de rádio.

GRADE RELIGIOSA

Conforme estudo da Agência Nacional de Cinema (Ancine) de 2016, as TVs abertas do Brasil dedicam 21% de sua grade a programas religiosos.

Entre as emissoras comerciais que oferecem conteúdo religioso na programação estão a Rede TV (43%), RecordTV (21%), Band (16%), TV Brasil (1,66%) e Globo (0,58%).

Outros veículos com menor audiência ou com circulação gratuita (que não fazem parte da pesquisa) também mostram o crescimento da participação religiosa no controle da mídia.

A Folha Universal (semanário da IURD), por exemplo, é citada como detentora de uma tiragem de 1,8 milhão de exemplares.

*Com Congresso em Foco.

#Igrejasnacomunicação #RepórterGramado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS