1/2
  • Roque Tomazeli

Governo Nestor-Luia contabiliza captação de R$ 34,5 milhões em recursos para investimentos

Em entrevista coletiva para prestação de contas realizada na sexta-feira, 28, o prefeito Nestor Tissot (PP) apresentou os resultados do primeiro ano do governo: a captação de R$ 34,5 milhões de recursos nas esferas estadual e federal para investimentos em Gramado. No período, segundo o prefeito, foram protocolados R$ 157,5 milhões.

Prestação de contas citou investimentos atuais e pagamento de dívidas do governo municipal 2017-2020


Dos R$ 34,5 milhões captados, explicou Tissot, R$ 18.922.742,64 são do governo estadual e R$ 15.576.039,37 do governo federal.


– Isso é resultado de uma equipe comprometida com a comunidade e determinada em ofertar qualidade de vida, além de trabalhar incansavelmente para o desenvolvimento de Gramado – disse.


RS 373

Além dos R$ 34,5 milhões, o prefeito somou mais cerca de R$ 10 milhões que, de acordo com ele, resultou de ação do deputado Marcel van Hatten (NOVO) e de outros parlamentares gaúchos para pavimentação entre Gramado e Santa Maria do Herval.


HERANÇA

O prefeito também citou o montante de dívidas pagas em 2021. Segundo Tissot, foram R$ 19.180.884,35 deixados pelo governo anterior (Fedoca Bertolucci, PDT, e Evandro Moschem, MDB).


– Existe apenas uma dívida que será paga no decorrer dos próximos dias. Estávamos aguardando uma posição da Justiça para efetuar o pagamento da recuperação asfáltica da Estrada da Serra Grande, que é de responsabilidade do Daer, mas que a Prefeitura executou em 2020 – ressaltou.


INSS

Tissot apontou ainda uma quitação da dívida histórica com o INSS, em torno de R$ 7,5 milhões, que, anualmente, de acordo com a explanação, juros e multas devoravam tudo aquilo que já havia sido pago.


– Iniciamos um trabalho que resultou na redução de multas e juros em torno de R$ 4 milhões. Gastávamos R$ 1,5 milhão por ano na dívida e mal baixava o valor inicial – resumiu.


SAÚDE

Outro dado mencionado pelo prefeito foi sobre a conquista de R$ 5 milhões em investimentos para a saúde, resultado, conforme Tissot, do diálogo constante entre o Executivo e o governo federal.


Os recursos, dito pelo prefeito, investidos diretamente no Hospital Arcanjo São Miguel, na sua maioria para consultas, exames e cirurgias – em 2021, foram liberadas 10.483 consultas com especialistas e 96.831 exames de baixa, média e alta complexidade.


– Todos os resultados positivos da administração foram somatórios do empenho e dedicação de todos os servidores, aliás, somente o Setor de Compras e Licitações gerou uma economia de R$ 16 milhões, reavaliando contratos e comprando somente o necessário e essencial, além, é claro, de fazer aquisições zelando pelo princípio da economicidade e preocupação com o erário – concluiu Tissot.


Crédito foto: Ascom PM