1/2
  • Por Roque Tomazeli

Fepam usa drones em fiscalização, vistoria e licenciamento

Técnicos da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) recebem treinamento prático sobre a utilização de veículo aéreo não tripulado, o chamado drone. Dessa forma, as equipes podem pilotar os aparelhos, reforçando as atividades de fiscalização, vistoria e licenciamento.

Drone é apontado como instrumento para melhorar a fiscalização ambiental no Estado

A Fepam já contava com dois drones e recebeu mais quatro adquiridos por meio do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados do Ministério Público do Rio Grande do Sul.


– A gestão da fundação entende que esses equipamentos vêm, cada vez mais, se tornando essenciais para qualificar as atividades. É a tecnologia sendo utilizada a favor do meio ambiente. Por isso, estamos prevendo a aquisição de mais drones – diz a presidente da Fepam, Marjorie Kauffmann.

DIFÍCIL ACESSO Segundo o chefe do Departamento de Fiscalização da Fepam, Vagner Hoffmann, a grande questão é a economia de tempo.


– O uso de drones agiliza o trabalho dos técnicos, principalmente em vistorias em áreas rurais ou de difícil acesso. Com os equipamentos, conseguimos fazer a verificação de grandes áreas em menor espaço de tempo, possibilitando realizar mais fiscalizações em um mesmo dia – avalia.


Os novos equipamentos serão distribuídos entre as divisões da sede da Fepam e gerências regionais. AÇÕES CONJUNTAS Conforme a Fepam, em informação divulgada nesta segunda-feira, 21, os veículos aéreos não tripulados também poderão ser utilizados em ações conjuntas com outras instituições, como o Comando Ambiental da Brigada Militar e o Ministério Público Estadual.


Crédito foto: divulgação Fepam.