1/2
  • Por Roque Tomazeli

Feira do Produtor da Várzea mostra acerto, diz Prefeitura

Contabilizando a presença de mais de mil pessoas no primeiro mês de funcionamento (soma da Prefeitura), a Feira do Produtor da Várzea Grande transformou o espaço ocioso do Terminal Rodoviário num local de negócios para 13 agricultores.

Crédito foto: Carlos Borges | PM

João Andreis, do Morro Agudo, por exemplo, possui uma agroindústria de embutidos e leva à feira produtos como salame e linguiça. “É uma ótima oportunidade para a divulgação do nosso agronegócio. Tenho notado que a comunidade participante apoia a proposta e valoriza a ideia de comprar produtos bons e legalizados”, diz.

Outro que mostra satisfação é o produtor Rafael Wiltgen Marcon, da Linha Bonita: “A feira é um local de produtos frescos e oriundos do Município. Diferentemente de um estabelecimento, o freguês pode dialogar com o produtor ou o dono de agroindústria. Desde o início da feira, percebo que temos conseguido fidelizar clientes”, conta.

PRODUTO LEGAL

Valorizar as raízes de Gramado, aumentar a visibilidade da produção da agricultura familiar, ofertar alimentos frescos e de qualidade são alguns dos objetivos da Feira do Produtor da Várzea Grande.

Todos os produtos comercializados, segundo a Prefeitura, são legalizados. Os artigos das agroindústrias são originários de empreendimentos participantes do Programa Gramado Colônia.

“Com a iniciativa, a administração municipal atende a uma demanda da comunidade e trabalha na consolidação dos pontos de feiras. Além de proporcionar uma nova forma de monetização aos agricultores locais, a Feira do Produtor da Várzea também disponibiliza à comunidade produtos de qualidade. Uma integração perfeita que tende a crescer cada vez mais”, destaca o secretário da Agricultura, Alexandre Meneguzzo.

A Feira do Produtor da Várzea Grande é realizada todos os sábados, das 7h30 às 10h30, no Terminal Turístico Rodoviário, na ERS 115.

#FeiradoProdutordaVárzeaGrande #RepórterGramadoRecessoParlamentardeVerão #AlexandreMeneguzzo