1/2
  • Por Roque Tomazeli

Prefeitura propõe eleição direta para escolha de diretor de escola

O projeto de lei do Executivo já tramita na Câmara Municipal e deve ser votado ainda em 2017. De acordo com o projeto, pais, professores e funcionários escolhem diretamente os diretores das 27 escolas de educação infantil e ensino fundamental da rede pública para um mandato de dois anos.

Crédito foto: Carlos Borges | PM

Secretária da Educação, Gilça Silva, diz que eleição direta é medida de transparência do governo municipal

Para concorrer ao cargo de diretor ou vice-diretor, o candidato deve ter graduação ou pós-graduação na área da educação, ter concluído o estágio probatório e atuar na escola onde deseja disputar a eleição há seis meses.

“Estamos cumprindo uma promessa de campanha, que é a eleição direta para os gestores das escolas. É uma medida que mostra a transparência do governo Fedoca e Evandro, o nosso compromisso de ouvir os gramadenses e dar voz à comunidade escolar”, diz a secretária da Educação, Gilça Silva.

A Prefeitura informa que a eleição direta de diretores atende ao disposto no artigo 19 do Plano Municipal de Educação, aprovado em 2015, que trata da gestão democrática com participação da comunidade.

O projeto de lei do Executivo na Câmara modifica dispositivos das leis 2913/2011, 2927/2011 e 3494/2016.

Na falta de candidatos em determinada escola, o cargo será preenchido por indicação.

#EleiçãodiretanasescolasdeGramado #RepórterGramado