1/2
  • Por Roque Tomazeli

Prefeitura anuncia projeto para recuperar largos culturais

Parada de ônibus ao contrário, mictório público e abrigo de andarilho são alguns dos adjetivos usados para nomear os largos culturais (foto 2017, Correios) espalhados pela cidade, que nunca cumpriram as finalidades para as quais foram criados – cultural e de informação turística.

Crédito foto: Roque Tomazeli | RG

Agora, a Prefeitura promete transformar os locais em ‘Concierges Turísticos e Culturais’, uma nova denominação para a atividade nos espaços. A revitalização está amparada em quatro conceitos: cultura, turismo, tecnologia e sustentabilidade. “É uma nova concepção de valorização do destino Gramado e de integração cultural. A comunidade e os visitantes poderão interagir com estes locais e não há, no mundo, outro formato parecido com este em espaços públicos”, diz o secretário da Cultura, Allan John Lino. O antigo Largo Cultural do Lago Negro já está em obra (ver perspectiva) e os demais serão revitalizados nos próximos meses. A reforma e a administração dos locais são da Display Card – concessão após processo licitatório.

Crédito foto: Reprodução | Display Card

TURISMO

Divulgação das atividades que envolvem a hotelaria, gastronomia, lazer, compras, serviços, além de fornecer gratuitamente material gráfico como mapas, roteiros e informações para o visitante. Também estarão disponíveis ingressos e vouchers para as mais variadas atividades.

CULTURA

O projeto tem o objetivo divulgar projetos sociais e atrações da cidade; também será um espaço de manifestações culturais – música, dança, artesanato e literatura, por exemplo, segundo regras adotadas para os artistas de rua.

SUSTENTABILIDADE

Os novos espaços pretendem oferecer infraestrutura moderna e inovadora, com conceito de sustentabilidade.

#LargoCultural #RepórterGramado