1/2
  • Por Roque Tomazeli

Gramado pode ter status de capital nacional do chocolate artesanal

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realiza na próxima sexta-feira, 10, às 10h, no Plenário Julio Floriano Petersen, na Câmara Municipal, uma audiência pública para debater o projeto que confere ao Município o título de ‘Capital Nacional do Chocolate Artesanal’.

Crédito foto: Roque Tomazeli | RG

A deputada federal Maria do Rosário (PT, relatora) e o deputado federal Jerônimo Goergen (Progressistas, autor do projeto por sugestão do vereador Luia Barbacovi) estarão no encontro.

CHOCOLATE

O chocolate artesanal (caseiro) é nacionalmente reconhecido como um produto de Gramado, por obra pioneira de Jayme Prawer – fundador dos Chocolates Prawer, em 1975.

Hoje, o setor chocolateiros é representado pela Associação das Indústrias de Chocolates de Gramado (Achoco) e busca a Indicação de Procedência, um sinal distintivo concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), e refere-se ao nome do local que se tornou conhecido por fabricar determinados produtos – a exemplo dos doces de Pelotas, que já têm.

Os números do segmento são estimativos, mas Gramado deve comercializar ao redor de duas mil toneladas de chocolates por ano, empregando cerca de mil pessoas na produção de Páscoa nos mais de 20 fabricantes da cidade.

#ChocolatesdeGramado #ChocolatesPrawer #RepórterGramado