1/2
  • Por Roque Tomazeli*

Sistema facilita abertura de empresas no RS

O Estado conta com 454 municípios (de um total de 497) integrados à Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), beneficiando 98% das micro e pequenas empresas (MPEs) instaladas no RS. A divulgação foi nesta quinta-feira, 26.

Vice-prefeito Luia Barbacovi e a presidente da Junta Comercial do RS, Lauren Momback (em julho)


A presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul (JucisRS), Lauren de Vargas Momback, destaca que a viabilização da Redesim tem sido fundamental para facilitar a vida do empreendedor gaúcho que deseja abrir sua própria empresa.


– Hoje, esse resultado representa uma conquista para todos os envolvidos no processo de implantação da Redesim no RS – diz.


Segundo dados oficiais, até o fim de 2019 houve adesão de 284 cidades. Em 2020 e 2021, foram potencializadas ações em conjunto com o governo estadual, em parceria com o Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo, por meio do Descomplica RS.


LEI

As instruções gerais estão contidas na Lei 11.598/2007, que instituiu a Redesim, permitindo a abertura, alteração e fechamento de empresas por meio da simplificação de procedimentos e redução da burocracia.


A ferramenta é uma parceria entre a JucisRS, Sebrae/RS e prefeituras.


*Com informações Ascom JucisRS

Crédito foto: Ascom PM (arquivo)


*Texto atualizado às 9h35, constando o número correto da lei.