1/2
  • Por Roque Tomazeli

Orçamento público municipal para 2018 em avaliação na Câmara

O projeto de lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) de Gramado para 2018, com receita estimada em cerca de R$ 240 milhões, foi apresentado pelo secretário da Fazenda, Paulo Bisol, e pelo contador da Prefeitura, Paulo Felippe, em audiência pública realizada na Câmara Municipal segunda-feira, 25.

Crédito foto: Divulgação | CM

Paulo Felippe, Paulo Bisol, Rafael Ronsoni e Manu Caliari na audiência pública da LDO

Os gastos previstos com pessoal no Executivo são de R$ 104.236 milhões, na Gramadotur de R$ 2.718 milhões (45,34%, somados os dois), e no Legislativo de R$ 2.910 milhões (1,23%).

A LDO dá embasamento para a lei do orçamento público de 2018.

DISTRIBUIÇÃO POR ÁREA

Gabinete do Prefeito: R$ 6.066.358,61

Secretaria da Indústria, Comércio, Trabalho e Serviços: R$ 773.689,52

Secretaria da Administração: R$ 6.914.596,55

Secretaria da Fazenda: R$ 12.821.599,96

Secretaria do Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil: 3.242.391,11

Secretaria da Educação: 59.492.659,14

Secretaria da Saúde: R$ 39.797.289,67

Secretaria de Obras e Serviços Urbanos: R$ 18.798.258.68

Secretaria da Agricultura: R$ 10.591.583,73

Secretaria do Turismo: R$ 3.098.173.64

Secretaria da Cidadania e Assistência Social: 8.077.300,00

Secretaria do Meio Ambiente: R$ 12.458,226,49

Secretaria da Governança e Desenvolvimento Integrado: R$ 2.438.182,47

Secretaria da Cultura: R$ 3.468.303,70

Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana: 4.710.435,35

Secretaria de Esporte e Lazer: R$ 3.028.118,23

Autarquia Gramadotur: R$ 35.821.986,00

Reserva de Contingência: R$ 4.000.0000,00

Câmara Municipal: 5.000.000,00

Total geral: R$ 240.599.179.85

#LDO2018 #PauloBisol #RepórterGramado