1/2
  • Por Roque Tomazeli

Prefeitura pede liberação para música ao vivo em Gramado

A Prefeitura preparou documento endereçado à Associação dos Municípios da Encosta da Serra (Amesne) manifestando contrariedade à decisão de proibir música ao vivo em estabelecimentos comerciais durante a vigência do plano de ação em vigor.

Em defesa dos músicos, Prefeitura conversa com Amesne


O texto destaca que a atividade musical em restaurantes e hotéis em horário restrito não pode ser confundida com bailes ou ambientes festivos.


Conforme o prefeito Nestor Tissot (PP), centenas de pessoas vivem da música na região e é possível olhar essa questão com carinho para encontrar uma solução.


PROTOCOLOS

Segundo a informação, existem protocolos específicos para a liberação da atividade musical nos estabelecimentos, condicionando sua execução ao horário máximo das 23h59 e som controlado de modo a não interferir no volume da conversa ambiente.


O documento será apresentado pelo coordenador do Gabinete de Crise, secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Ubiratã Oliveira (representante municipal na Amesne), em reunião ainda nesta sexta-feira, 11.

Crédito foto: Roque Tomazeli