1/2
  • Por Roque Tomazeli

Depois de aprontar projeto, Prefeitura resolve ouvir Três Pinheiros

Primeiro a Prefeitura de Gramado contratou um engenheiro para fazer o projeto alterando o trânsito na RS 115, no acesso à Rua Miguel Tissot. Depois, diante do firme posicionamento de moradores e da diretora da Escola Pedro Zucolotto, a Prefeitura resolveu ouvir a comunidade do Bairro Três Pinheiros, que quer mais segurança no trânsito.

Crédito foto: Carlos Borges | PM

Secretários e comunidade dos Três Pinheiros discutem alternativas para o projeto executivo contratado pela Prefeitura

A responsabilidade pela condução da obra é da secretária de Governança e Desenvolvimento Integrado, Simone Bender, e do secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo. O projeto executivo da obra, que foi submetido à análise da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), é do engenheiro contratado pela Prefeitura, Henrique Brighenti.

“Mesmo que já tenhamos apresentado o projeto da obra viária à população, ele ainda pode ser melhorado com a participação da comunidade. O nosso principal objetivo é a segurança dos usuários”, disse o secretário Quevedo.

REAÇÃO

As reações às mudanças no traçado da rodovia e nos acessos ao Bairro Três Pinheiros começaram na noite da apresentação do projeto, no Centro de Cultura da Várzea Grande, no início deste mês.

A diretora da Escola de Ensino Fundamenta Pedro Zucolotto, Marta Bazei, por exemplo, requereu “um olhar especial pelos alunos” que moram no lado oposto da RS 115 e atravessam a via para estudar, inclusive vindos do Bairro Jardim.

O investimento na obra foi estimado em cerca de R$ 900 mil.

#RS115TrêsPinheiros #RepórterGramado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS