1/2
  • Por Roque Tomazeli

Lei que proíbe distribuição gratuita de sacolas plásticas pode ser prorrogada

A vigência da lei de 2019 que proíbe a distribuição de sacolas plásticas nos estabelecimentos comerciais de Gramado pode ser prorrogada por seis meses. De autoria dos vereadores Professor Daniel (PT) e Renan Sartori (MDB), a legislação valeria a partir de julho.

Lei das sacolas plásticas já enfrenta primeiros problemas antes de entrar em vigor


Contudo, a fim de permitir que os empreendimentos de Gramado se adaptem às regras, a Prefeitura deve encaminhar um novo projeto de lei em que prorroga em seis meses a data de início da proibição.


O entendimento foi alinhavado em reunião na Câmara na tarde desta sexta-feira, 18, entre os vereadores Professor Daniel e Renan Sartori com representantes da Secretaria do Meio Ambiente – o biólogo Thiago da Silva e o diretor de Resíduos Sólidos Urbanos, Renato Swaizer.


Neste período, a Prefeitura pretende conduzir ações educativas por meio do Programa Municipal de Conscientização e Redução do Plástico.

Crédito foto: Roque Tomazeli