1/2
  • Por Roque Tomazeli

Entrega do ginásio de esportes da Várzea Grande deve passar para 2019

A projeção do secretário de Esporte e Lazer, Jacó Schaumloeffel, sempre foi no sentido de entregar o Ginásio Poliesportivo da Vila Olímpica (foto), na Várzea Grande, para uso da comunidade, ainda este ano. No entanto, segundo o engenheiro (e fiscal do contrato) da Secretaria de Governança e Desenvolvimento Integrado, Henrique Brighenti, tudo depende de acertos com a Caixa Federal. Leia a posição do engenheiro:

Crédito foto: Roque Tomazeli | RG

P – Estágio atual da obra?

R – Contrato 232/2014 (pisos) – concluído 99,45%. Contrato 233/2014 (acabamentos) – concluído 26,31%.

P – Previsão de entrega da obra?

R – Dependerá da Caixa (Federal) aprovar a reprogramação do contrato e de contratação de nova empresa para finalização das obras. A atual empresa contratada manifestou interesse em rescindir o contrato, alegando falta de capital para investimento.

P – Os recursos financeiros estão garantidos?

R – Sim. À medida que a obra é executada, o pagamento está sendo realizado.

P – A troca de empresa responsável pela execução da obra pode comprometer o prazo?

R – Sim, pois teremos que licitar nova empresa. A Caixa deverá aprovar todo o processo e após dar nova ordem de início de obra. Além disso, se trata de obra da Copa de 2014, e sabemos que o Ministério do Esporte quer rescindir todos estes contratos.

P – O projeto original está mantido?

R – Sim.

#GinásioPoliesportivodaVárzeaGrande #RepórterGramadoRecessoParlamentardeVerão #JacóSchaumloeffel